A pedido da Secretaria Municipal de Educação (SME), os vereadores de Curitiba aprovaram, nesta segunda-feira (15), com 28 votos favoráveis, a denominação de Flora Munhoz da Rocha para um Centro Municipal de Educação Infantil no bairro Tatuquara (008.00004.2016). Flora foi fundadora da Academia Feminina de Letras do Paraná, colaboradora dos periódicos Gazeta do Povo, Jornal da Imprensa e Revista Cruzeiro. Filha e nora de presidentes do Estado, foi também a primeira-dama do Paraná a partir de 1951, quando passou a atuar no Executivo.

“Suas novas atribuições permitiram que realizasse obra admirável no campo social, com a criação no Paraná da Legião Brasileira de Assistência. Implantou 40 postos de puericultura nas cidades do interior e a Creche Branca de Neve, para crianças de Curitiba, estendendo o atendimento aos bairros. Fundou, também na capital, a Cidade dos Meninos, para abrigar até 300 adolescentes, sob orientação pedagógica de padres especializados em recuperação e ensino profissionalizante”, diz a justificativa da proposição.

O CMEI que receberá o nome de Flora Munhoz da Rocha é hoje denominado genericamente de “Moradias da Ordem II”, situado na rua Ernesto Germano Francisco Hannemann, 592. Ela foi membro da Associação de Jornalistas e Escritores do Brasil, do Centro Paranaense Feminino de Cultura, do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, do Centro de Letras do Paraná, da Academia de Letras José de Alencar, da União Cívica Paranaense e da Academia Paranaense de Letras.