Familiares de alunos matriculados nas escolas da rede municipal nas regionais Tatuquara e Pinheirinho começaram nesta quinta-feira (18/6) a retirar os kits de alimentação fornecidos pela Prefeitura. Os kits são para compensar a ausência de alimentação escolar durante a suspensão das aulas presenciais, devido à pandemia do novo coronavírus.

Na Escola Municipal de Educação Especial Tomaz Edison de Andrade Vieira, no Capão Raso, a atividade foi realizada com muita alegria. A dupla de palhaças, Dra. Katita e Dra. Cata-vento do Grupo Especialistas da Alegria, levaram muita diversão para os pais que lá compareceram. 

Aulas suspensas

O fornecimento de kits de alimentação será feito pela Prefeitura enquanto durar o período de suspensão das aulas. Conforme o decreto número 580, as aulas presenciais estão suspensas na rede municipal curitibana pelo menos até o dia 2 de agosto. 

Além de alimentos não perecíveis, como macarrão, fubá, arroz, feijão, sal, óleo, leite em pó, açúcar e farinha de mandioca, os kits também têm frutas e verduras.

Merenda e tarefa

Na Regional Pinheirinho, foram disponibilizados 10.800 kits para serem retirados em 20 escolas e 17 CMEIs. Já na Regional Tatuquara, foram fornecidos 12.900 kits em 15 escolas e 23 CMEIs.

Os pais e responsáveis também retiram nas unidades os materiais pedagógicos complementares, para levar aos estudantes.

Alegria contra o coronavirus

A dona de casa Adriana Ribeiro da Silva esteve na tarde desta sexta-feira na EM de Educação Especial Thomaz Edison de Andrade Vieira para apanhar seu kit e ficou encantada com a alegria das palhacinhas. 

“Essa ajuda que a Prefeitura tem nos dado é muito importante, já que nossos filhos estão em casa sem poder sair e sem poder ir até a escola. E vir até aqui e poder compartilhar a alegria das palhacinhas nos dá ainda mais esperança que vamos vencer este vírus,” disse Adriana. 

 “É muito gostoso e importante neste momento trazer um pouco de alegria para todos que estão aqui” disse a palhacinha Katita, que normalmente trabalha com pacientes e colaboradores do Hospital Erasto Gaertner.  

“O pessoal está em casa sem poder se divertir muito e quando nós podemos espalhar um pouco de alegria é muito gratificante para todos nós. Não podemos perder a alegria de viver”, completou. 

Ajuda importante

Mãe de três filhos que estudam na rede municipal, Juliana Martins foi no início da tarde na Escola Municipal Joana Raksa, no Caximba, apanhar o seu kit. 

“Já é a terceira vez que estamos sendo beneficiados. Essa ajuda é muito importante porque estou desempregada e meu marido trabalha de autônomo no momento”, explicou Juliana.

Na escola Joana Raksa estuda o Fernando, 7 anos, que segundo a mãe está com saudades da escola. “Eles sentem falta de tudo, dos professores, dos coleguinhas… Na escola existe mais paciência para ensinar”, comentou ela que é mãe também de Felipe, 13 anos, e Remzo, 14.

Janete Gerzybowsky, moradora no Caximba, atualmente não está trabalhando, também têm 3 filhos e diz que o kit ajuda bastante a família. A caçula Nicole, 5 anos, está matriculada na Joana Raksa. “Desde o início do programa estamos recebendo a ajuda, que tem sido de grande valia”, comentou.

Quem também ficou feliz em receber o kit alimentação foi a diarista Jéssica Lilian dos Santos. Ela mora no bairro Caximba e cria sozinha os três filhos (Mikael, 6 anos, Miguel, 10 e Murilo, 2). “Eu sou chefe de família, então esta ajuda está sendo muito boa para nós”, disse.

Documentos necessários

No momento da retirada, o responsável pela criança matriculada precisa apresentar o CPF ou a carteira de identidade. Também precisa ter o nome do estudante matriculado e nome da instituição de ensino, para que seja feita a conferência dos dados.

As entregas são realizadas em horário determinado conforme cronograma, evitando, assim, as aglomerações e atendendo as recomendações dos órgãos de saúde.

Para retirada do kit na unidade, o uso de máscaras é obrigatório, bem como o distanciamento social adequado deverá ser respeitado. Em caso de dúvidas, procure o Núcleo Regional da Educação do seu bairro.

Amanhã (19/6), será a vez das regionais Boqueirão e Cajuru disponibilizar os kits.

Kits nos CEIs

As famílias das crianças atendidas em Centros de Educação Infantil (CEIs), nas vagas contratadas pela Prefeitura de Curitiba, poderão retirar os kits de alimentação até o próximo dia 25, na unidade onde a criança está matriculada.

O fornecimento é exclusivo para crianças atendidas nas vagas do contrato de prestação de serviços com o município, em 95 instituições de educação infantil da cidade.