O programa de consultas públicas Fala Curitiba começou nesta segunda-feira (9/3), pelo portal fala.curitiba.pr.gov.br, o processo  de indicação dos temas prioritários de cada região da cidade para compor as leis de orçamento da cidade para 2021. A primeira fase do programa será para a composição da Lei de Diretrizes Orçamentárias LDO, que irá definir os temas principais a serem priorizados no orçamento do ano que vem.

Na segunda fase, que acontece de 6 de abril a 25 de junho, o cidadão poderá detalhar e eleger as demandas prioritárias de cada tema eleito na primeira fase.

Os cidadãos já podem escolher pelo portal do Fala Curitiba até 5 temas que consideram prioritários para o orçamento da cidade e também poderão escolher os temas nos encontros presenciais que acontecerão com as 10 regionais da cidade de 30 de março a 2 de abril. 

Confira o calendário da primeira fase

Segunda-feira (30/3), às 19h,  com os bairros da Regional Bairro Novo, Rua Tijucas do Sul, 1700;  CIC, Rua Manoel Valdomiro de Macedo, 2460; Tatuquara, Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n.

Terça-feira (31/3), às 19h, com os bairros das regionais Boqueirão, Av. Marechal Floriano Peixoto, 8430; Pinheirinho, Av. Winston Churchill, 2033; Fazendinha Rua Carlos Klemtz, 1.700.

Quarta-feira, (1º/4), às 19h,  com os moradores da Regional Boa Vista na Paróquia São João Batista, Rua Guilherme Ihlenfeldt, 1040;  Santa Felicidade, Rua Santa Bertilla Boscardin, 213.

Quinta-feira (2/4), às 19h, com os moradores dos bairros das regionais Cajuru Av. Prefeito Maurício Fruet, 2150, e Matriz no Auditório de Orgânicos do Mercado Municipal, Rua da Paz, 608.

Eleito os temas prioritários, o programa segue para o detalhamento das demandas, com 64 reuniões públicas nos bairros que acontecem de 6 de abril a 25 de junho, onde a população vai debater e priorizar as demandas da cidade.

O calendário completo das reuniões, fases do programa e informações das edições anteriores podem ser acessados pelo portal fala.curitiba.pr.gov.br.

Asfalto

As demandas relativas à pavimentação, como manutenção (tapa-buracos), implementação e recuperação são tratados em programas separados do Fala Curitiba e devem ser relatadas preferencialmente pelos canais de atendimento da Central 156: pelo telefone 156, portal www.central156.org.br ou pelo aplicativo Curitiba App.