“Este ano temos muito o que comemorar”, diz Greca sobre os 325 anos de Curitiba

Em entrevista exclusiva para os jornais de bairro da capital, o prefeito Rafael Greca destaca as principais realizações do município ao longo do ano e conta como serão as comemorações dos 325 anos da cidade. “No ano que Curitiba provou ser mais forte que seus desafios, temos muita coisa a comemorar neste 29 de Março”, resume o prefeito.


Prefeito, qual será a principal comemoração dos 325 anos de Curitiba?

Rafael Greca – Uma trajetória tão rica em desenvolvimento e pioneirismo como a que marca a história da nossa Curitiba sempre será motivo de intensa comemoração. Mas, diferentemente do ano passado, quando empossado havia poucas semanas, empenhávamos todos os esforços para buscar saídas e recuperar a cidade de uma situação financeira calamitosa, com ameaças de falta de medicamento e suspensão de serviços, este ano podemos dar glórias a uma Curitiba que se reergueu e agora pode voltar a ter grandes projetos. Aos 325 anos, nossa Luz dos Pinhais volta a brilhar com intensidade.


Qual será a programação do aniversário?

Rafael Greca – Teremos um mês inteiro de ações, com festas, sim, porque é preciso celebrar a cidade que amamos. Faremos isso nos nossos parques e Ruas da Cidadania espalhadas pelos bairros. Mas haverá também entrega de obras importantes, algumas delas abandonadas pela gestão anterior, que trarão melhores serviços de saúde, lazer, cultura e mobilidade para melhorar a qualidade de vida da população curitibana. (Ver texto ao lado.).  O aniversário é da cidade, os “presentes” são para quem faz o município grande: seus moradores.

 

O senhor falou das dificuldades do primeiro ano de gestão e que agora o município terá grandes projetos. Pode citar o que vem por aí para os bairros?

Rafael Greca – Conseguimos administrar um rombo de R$ 2,1 bilhões no Orçamento. Não é um rombo é um abismo. Mas estamos saindo dele. Para este ano, a cidade já tem negociados com os governos estadual e federal, além de financiamentos próprios, R$ 495 milhões que serão usados para dar início a obras em toda o município. Serão obras de mobilidade, como uma nova trincheira, um novo terminal no Tatuquara, asfalto novo em centenas de ruas. Vamos começar a terminar o lote 4 da Linha Verde e finalmente fazer essa estrutura servir a veículos e ao transporte púbico. A zeladoria, que cuida de coisas como tapa-buraco nas ruas e roçada, também está sendo reforçada este ano. Com isso recuperamos o tempo em que as obras não andavam. É este tipo de coisa que eu quero destacar quando eu digo que Curitiba está voltando a ser Curitiba.

 

Que mensagem o senhor deixa sobre os 325 anos de Curitiba?

Rafael Greca – Vou repetir aqui o que escrevi no meu livro “Curitiba – Luz dos Pinhais”: uma cidade com a tradição como a nossa não merece ser definida ou resumida pela desventura. É preciso enaltecer que os incontáveis sucessos tornaram Curitiba exemplo de cidadania, urbanismo e planejamento para todo o Brasil, com reconhecimento mundial. Que os 325 anos ajudem a fomentar em todos os curitibanos, de nascimento ou adoção, a vontade fazer brilhar mais alto a Luz dos Pinhais. Brindo a todos com um copo de gengibirra em mãos, essa bebida que faz parte da nossa alma e com a qual lá atrás brindamos também os 300 anos da nossa cidade.

Viva Curitiba!!!