No último dia 15 de julho as equipes da enfermagem da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba estiveram reunidas para troca de experiências e também para conhecer exemplos de boas práticas levadas a efeito em toda a rede municipal.

Realizado no auditório do Mercado de Orgânicos do Mercado Municipal, este evento, na verdade, abriu as comemorações da Semana da Enfermagem com a presença de 400 pessoas, participando em dois turnos.

Márcia Huçulak, secretária municipal da Saúde, abriu o evento saudando a todos e destacou que estes profissionais “têm meu carinho, minha admiração e meu respeito. Somos líderes de equipe, profissionais aguerridos, que têm o compromisso do cuidado com a nossa população. Tenho orgulho de liderar essa secretaria”

Representa praticamente 50% da força de trabalho da secretaria, temos em Curitiba 769 enfermeiros e 2.353 técnicos de enfermagem. No ano de 2017, foram realizados 5.936.509 procedimentos de enfermagem e 913.996 consultas de enfermeiro.

Márcia destacou também a formalização dos profissionais da áres nas UPAs, regularizando a gestão destas unidades junto ao Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

Juliana Hencke, coordenadora da Enfermagem da secretaria destacou a elaboração dos manuais de procedimentos operacionais, o que permitiu e permite padronizar protocolos de atendimento.

Também estiveram presentes ao evento, a diretora do departamento de Atenção Primária à Saúde, Ana Cristina Alegretti; o representante do Conselho Municipal da Saúde, Antônio Brasil; o diretor de urgência e emergência, representando a Fundação de Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes), Pedro Henrique de Almeida; a enfermeira Karin Madeleine Godarth, da Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (Abenfo-PR); a diretora do Centro de Desenvolvimento de Práticas Profissionais da Associação Brasileira de Enfermagem (Aben), Aline Cecília Pizolato; a conselheira-titular do Coren-PR, Tereza Kindra.

Ao final do dia, Mirian Midori Garcia brindou a todos com uma conversa sobre a “A Arte de não Adoecer”, levando todos a repensar a forma de encarar a vida no dia a dia.