1. Coma melhor
    O cuidado com o que vai no seu prato é um dos pontos centrais para alcançar uma maior qualidade de vida. Para conseguir uma vida de qualidade é indispensável começar por prestar atenção na alimentação, como você prepara seu prato. O abuso de alimentos ricos em gorduras saturadas, sódio e açúcares é um gatilho para doenças. O principal gatilho para desencadear as formas é o uso regado de alimentos ricos em gorduras saturadas como o sódio e os açúcares.
    Deve colocar em seu cardápio alimentos heróis da resistência e da longevidade Cientistas da Universidade Park, nos Estados Unidos, concluíram que consumir mais nozes, castanhas, avelãs, amêndoas e pistache podem reduzir o risco de doenças cardíacas entre 25% e 39%, quando consumidos cinco vezes por semana. Elas são ricas em gorduras boas e outros nutrientes, que diminuem as taxas de colesterol ruim e evitam a formação de placas de gordura que obstruem as artérias.

 

  1. Durma bem
    Repor as energias do dia com um boa noite de sono é mais do que importante, é essencial, quem sofre de insônia crônica corre três vezes mais risco de ter problemas em comparação à pessoas que não sofrem com o problema. Para os pesquisadores, o ideal são pelo menos 7 horas e meia de sono por dia.

 

  1. Mexa-se
    Os benefícios da atividade física para a saúde do organismo somam uma lista extensa. Dizer não ao sedentarismo significa afastar de perto doenças como a obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, além de dar mais disposição e energia. Para colher todos esses benefícios, basta andar. A caminhada reduz a pressão arterial na primeira hora e, o que é melhor ainda, essa queda se mantém nas 24 horas subsequentes. O cérebro também fica mais afiado ;).

 

  1. Controle os nervos
    Apesar de não ser considerado doença, o estresse pode favorecer o aparecimento de doenças psicofisiológicas e, por isso, precisa ser observado e controlado. Quanto maior for o nível de estresse, maior será a deterioração física e psicológica da pessoa. O estresse também é fator de risco para os problemas do coração.

 

  1. Respire bem
    Separar uns minutinhos para prestar atenção na respiração pode ser a receita ideal para combater os desgastes mentais e físicos e, até a insônia, aumentando assim a sensação de bem-estar.

 

  1. Apague o cigarro
    Por falar em respiração, não é só da sua que você precisa cuidar não. Já parou para pensar que seu cigarro causa males terríveis ao seu organismo, mas também das pessoas ao seu redor. A fumaça do cigarro dos outros pode aumentar em 50% os riscos de sofrimento psicológico. Mas, os fumantes precisam prestar atenção aos males do cigarro para o próprio organismo. Estima-se que cerca de 200 mil mortes por ano, no Brasil, são decorrentes do tabagismo, responsável pelos riscos aumentados de câncer de pulmão, de boca e doenças cardiovasculares.