O deputado federal Luciano Ducci (PSB) em entrevista ao Jornal Gazeta do Bairro, falou sobre o seu trabalho na Câmara Federal e as posições que defende em Brasília.  O ex-prefeito de Curitiba é médico pediatra e foi o diretor-geral da Secretaria de Estado da Saúde quando o Paraná foi avaliado como tendo o melhor sistema de saúde pública do Brasil. Esse resultado o levou a assumir, em 1998, a Secretaria de Saúde de Curitiba, onde implantou o programa Mãe Curitibana.

Jornal Gazeta do Bairro: O que o senhor tem defendido na Câmara Federal?
Nesses quase quatro anos de mandato, votei pelo impeachment da Dilma, pela cassação do Eduardo Cunha e pela abertura de processo contra o presidente Michel Temer. Também votei contra a Reforma Trabalhista e, votaria contra a Reforma da Previdência. Fui a favor do projeto das Dez Medidas Contra a Corrupção e também votarei pelo fim do Foro Privilegiado, inclusive para juízes e ministros.

Jornal Gazeta do Bairro- Qual projeto de lei que o senhor gostaria de destacar?
Um projeto nosso que está para ser sancionado é a proibição de publicidade nas escolas de educação básica.  Também destaco o projeto que permite que receitas médicas e odontológicas tenham validade em todo o território nacional. Atualmente, as prescrições médicas só valem no estado de origem e não é possível comprar em outros estados medicamentos controlados.

Jornal Gazeta do Bairro- Para Curitiba, como deputado federal, o que o senhor tem feito pela nossa cidade?
Através de emenda parlamentar tenho mandado recursos para Curitiba. Eu e bancada federal encaminhamos mais de R$4 milhões para equipar as 111 unidades básicas de saúde. Também enviei recursos para o Corpo de Bombeiros, para o Hospital das Clínicas, para o Hospital do Idoso, Apae, Asilo São Vicente de Paulo e o Pequeno Cotolengo.