Curitiba adotou uma estratégia diferente para a campanha de vacinação contra a gripe deste ano, que começou na segunda-feira (23/3) e vai até 22/5. A vacinação está sendo realizada em 42 pontos externos, que funcionarão de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h. Nesta primeira etapa, estão sendo imunizados idosos e profissionais da saúde.


A realização da vacinação em pontos externos, em vez de unidades de saúde, busca afastar a população do risco de contrair o novo coronavírus. Com a vacinação em áreas externas, não será necessário ir até a unidade de saúde para se vacinar e se expor ao vírus.
Dos pontos externos de vacinação, cinco funcionam como um “drive thru” para os idosos: eles não precisam sair do carro para receber a imunização. A secretária municipal da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, alerta, porém, que os drive thru de vacinação estão indicados apenas para os idosos de Curitiba com dificuldade de locomoção, que vão se vacinar de carro.
Os pontos com drive thru para os idosos são Praça Afonso Botelho (do Atlético), Praça da Maternidade Bairro Novo, Praça Eucaliptos, o Restaurante Madalosso e a Paróquia Santo Antônio.

Escalonamento
A campanha de vacinação contra a gripe de 2020 será escalonada, de acordo com o calendário do Ministério da Saúde.
1ª fase (a partir de 23/3) Idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde.
2ª fase (a partir de 16/4) Professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e doentes crônicos.
3ª fase (a partir de 9/5) Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (mães que tiveram bebês até 45 dias e apresentem algum documento que comprove a condição) e adultos de 55 a 59 anos.