Mesmo reconhecendo as dificuldades na economia, 59% dos brasileiros têm esperança de que as finanças vão melhorar nos próximos seis meses. Ainda que não saiba explicar bem suas razões, 21% dizem notar um aumento do consumo e 20% acreditam que o desemprego está começando a diminuir.

Assim, mesmo a passos lentos, o humor do brasileiro em relação à situação econômica do país e dele mesmo tem ficado um pouco melhor, ou poderia dizer, “menos pior”. Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), indicam esta confiança do consumidor com aumento. Passou dos 41,9 pontos em janeiro de 2017 para 43,6 em janeiro de 2018, uma alta de 4%.

A escala deste indicador vai de zero a 100 e quanto maior o número mais otimista está o consumidor. A maior parte da população relata viver um cenário econômico ruim, com desemprego e preços altos.

Mais detalhes no link: https://www.spcbrasil.org.br/imprensa/indices-economicos