Referência em saúde pública, Curitiba tem quase 9 mil profissionais dedicados ao atendimento na cidade.

O atendimento é feito nas áreas de: Atenção Básica, Especializada, Urgências, Emergências e Exames.

Existe ainda o Saúde Já e o Escute seu Coração, além de atendimento domiciliar direcionados a pessoas em situação de vulnerabilidade social ou com problemas mentais. E o destaque para a atenção durante a gestação.

Como funciona?

Conheça um pouco mais cada estrutura de atendimento e qual serviço atende melhor cada caso.

Primeiro contato

Esta é uma das áreas do SUS (Sistema Único de Saúde) Curitibano – são 111 unidades básicas onde são realizadas diariamente: 7 mil consultas médicas, 4 mil consultas com a enfermagem, 40 mil procedimentos, médicos, de enfermagem e odontológicos.

Na área de Atenção Especializada são realizadas também diariamente: 5 mil consultas, com os encaminhamentos feitos aos prestadores de serviço, 35 mil exames complementares de média complexidade, 2,5 mil procedimentos de alta complexidade (como radioterapia, quimioterapia, etc).

No setor de atendimento especializado há cerca de 75 prestadores de serviços que trabalham para o SUS Curitibano, em hospitais, ambulatórios e clínicas.

Já no setor de Urgência e Emergência são mais de 3 mil atendimentos nas Unidades de Pronto Atendimento 24 horas funcionando todos os dias da semana.

Atenção Básica

A Unidade Básica de Saúde – o usuário se cadastra e recebe todo o atendimento desde o pré-natal (ainda na barriga da mãe) até a velhice.

Cerca de 80% dos problemas de saúde são resolvidos nos postos de saúde.

O usuário só precisará buscar outro atendimento em casos de emergência ou quando for encaminhado para um especialista.

“As unidades básicas trabalham no cuidado integral do indivíduo. O usuário fica vinculado à sua unidade e a tem como referência, devendo sempre retornar a ela, para continuidade de acompanhamento da sua saúde, depois de atendimento em outros equipamentos de saúde”, explica a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

Como funciona

O usuário é atendido por um profissional que faz o encaminhamento conforme a descrição e a gravidade dos sintomas relatados. É determinada a prioridade de cada atendimento.

Nas unidades são feitos ainda: avaliação de curativos, ingresso no programa de controle do tabagismo, atividade física, orientação nutricional, agendamento de exames, entre outros.

Como usar

Procure a unidade de saúde diretamente em qualquer horário de funcionamento. Não é preciso madrugar em fila; todos são atendidos.

Outra alternativa é o aplicativo Saúde Já Curitiba (disponível no site saudeja.curitiba.pr.gov.br, na PlayStore para aparelhos Android, e na AppStore para aparelhos iOs).

UPA: URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Essas unidades prestam atendimentos que precisam de respostas rápidas, urgências maiores, quadros agudos de início súbito, sofrimento intenso e emergências, em que há risco de morte.

O atendimento em pacientes em estado mais que exige mais rapidez são atendidos antes.

Como usar

Em caso de urgência e emergência, procure uma das nove UPAs de Curitiba. O atendimento será feito conforme a classificação de risco que prioriza o atendimento dos pacientes mais graves.

VACINAS

As vacinas também estão disponíveis nos unidades básicas de saúde. Pelo aplicativo Saúde Já é possível visualizar a sua carteira virtual de vacinação.

SAMU, O SOCORRO RÁPIDO

O serviço é acionado pelo telefone 192. Todas as chamadas são atendidas e filtradas.

Como usar

Em caso de urgência e emergência, ligue para o 192.

CUIDADO DAS MÃES E DOS BEBÊS

O programa visa ao cuidado integral da gestante e do bebê e tem uma experiência exitosa na redução dos indicadores de mortalidade materna infantil ao longo dos anos.

Como usar

Se você for gestante ou suspeitar estar grávida, procure sua unidade de saúde para iniciar o acompanhamento.

Maternidade referência em parto humanizado

Financiada 100% pela Prefeitura, a Maternidade Bairro Novo é referência em parto humanizado.

SAÚDE MENTAL: TRABALHO EM REDE

Essa rede permite favorecer o acesso das pessoas com transtornos mentais e com necessidades decorrentes do uso de substâncias psicoativas e suas famílias aos pontos de atenção em saúde de diferentes complexidades e contemplando a diversidade das demandas.

Como usar

O acesso à rede de Saúde Mental deve ocorrer a partir pelas unidades básicas de saúde.

SAÚDE BUCAL

Para atendimento odontológico baste ir diretamente à sua unidade de saúde ou por meio do aplicativo Saúde Já Curitiba.