Os 3 tipos de abordagem para o Funil de Vendas:

Lead NurturingLead Scoring e Lead Management.

– O primeiro é a nutrição do Lead, e serve para alimentar os usuários com conteúdo relevante até que se convertam em clientes.
– O segundo é a pontuação do lead, onde os consumidores próximos de efetuar uma compra são separados daqueles que ainda dependem de um processo de aprendizado sobre o produto.
– E o terceiro, é sobre o gerenciamento dos Leads, após as etapas anteriores já temos definidos os tipos de lead, agora deve-se oferecer o conteúdo relevante e segmentado para cada grupo visando gerar a conversão.

Primeiros Passos

No começo da automação, você deve ter os e-mail (leads) ou ir atrás de novos Leads e NÃO vai cair na tentação de comprar lista de e-mail, já vimos que isto é furada. Construa sua própria lista de e-mails, através de um formulário no seu site, pesquisas ou eventos.

Busque os cadastrados voluntários.

Ofereça um e-bookvídeo, um curso onlineworkshop presencial ou outro conteúdo relevante em troca deste novo e-mail.

E como saber, por exemplo, se quem foi no workshop quer o e-book?

É nesta hora que a automação vai fazer o trabalho por você, onde você vai nutrir seu lead, envolvê-lo com conteúdo durante toda a jornada de compra.
Serão criados várias etapas de envio de e-mails até definir qual produto realmente interessa aquele cliente. Esse processo se dá até que ele tenha a real vontade de pagar pelo seus serviços ou comprar os seus produtos.
Tudo isso feito através do e-mail marketing. Até aqui tudo certo, aí você pensa:

Mas esse processo não pode ser feito manualmente!?

Sim, pode, quando falamos de poucos clientes, através do acompanhamento das estatísticas de abertura de e-mail, links clicados, e-mails abertos, estágio de compra, etc.
E quando precisamos engajar milhares de pessoas, que estão em estágios de compra diferentes no seu ciclo de vendas?
Agora a estratégia de marketing na automação.

Automatizando

A automação através do software de e-mail marketing lhe garante a entrega de conteúdo realmente relevante e na hora certa. Procure fazer isso de uma maneira não invasiva.
São as famosas rotas de marketing, ou seja, os e-mails entregues após um período determinado ou ação realizada. Por exemplo automatizar o envio de tempo em tempo para um tipo específico de comprador, seja no ciclo de venda, ou de acordo com a sua área de interesse. Ou como citado acima, o envio após uma ação que pode ser um click por exemplo, ou uma não ação, no caso de um e-mail não aberto. No primeiro caso definimos o gatilho comportamental do cliente que realizou a ação clicando no link X e será direcionado para o conteúdo X, ou receberá outro e-mail mostrando mais sobre X, passando também para a próxima etapa da venda. No exemplo da não ação, pode ser programado o reenvio do mesmo e-mail com outro título.
Estes e-mails podem, e devem, ser criados e agendados antecipadamente, permitindo uma comunicação direta e objetiva aos clientes em potencial.
Assim quando as suas rotas de marketing estiverem criadas, você pode facilmente adicionar os clientes de acordo com o gatilhos comportamentais.
A consistência desta comunicação por e-mail ajuda você a construir credibilidade e confiança com os clientes em potencial. Lembrando que os consumidores tendem a comprar um produto/serviço quando, mesmo inconscientemente, tiveram algum contato com ele.
Então ofereça seu conteúdo, seja ele um ebooks, workshop, seminários, vídeos, apresentação, PDF, slide, estudos de caso, exemplos de sucesso ou outros.

Não esqueça de usar as palavras de ação

Clique aqui, Faça, Ganhe, Realize, Download, Grátis, Registre-se, Receba, Leia, Veja, Experimente, Somente Hoje, Curta ou Compartilhe.
Ofereça sempre um próximo passo após o cliente ler o seu e-mail, algo como Leia Mais para incentivá-lo a ler todo o post ou mostrar seu o próximo workshop presencial.

Lembre-se do essencial ao criar os e-mails

O assunto breve e objetivoconteúdo claro e sempre com um próximo passoImagens leves e chamativas, e os links das redes sociais com a chamada compartilhe, curta.
Implemente estas táticas e veja o aumento no engajamento dos seus clientes e por consequência um fluxo de vendas maior!
Pra finalizar apresento a vocês as 4 principais ferramentas de automação de e-mail marketing.

4 ferramentas de Automação de e-mail Marketing

Dentre as ferramentas nacionais estão o Lead Lovers que é a ferramenta mais em conta e o RD Station que é mais robusto e uma ferramenta um pouco mais cara.
As ferramentas internacionais mais conhecidos são o Get Response que tem a vantagem de ser traduzido para o português e oferece 30 dias grátis e o MailChimp que apesar de ser em inglês tem várias funções gratuitas ou pagas, sendo um valor relativamente baixo.

 

Obrigado pela leitura, espero que tenha gostado do nosso post e se possível peço que compartilhe com seus amigos.
Qualquer dúvida ou sugestão, mande-nos uma msg (e-mailFormulário do SitefaceInsta) ficaremos felizes em te responder.
Até o próximo post.