Não importa se faça chuva ou faça sol a Ceasa não para. Antes mesmo de amanhecer o dia, os trabalhadores estão ali em busca do alimento a ser distribuído à população durante o dia.

O temporal de ontem dia 30, que veio fechar o mês de maio, mesmo assuntando alguns, não conseguiu diminuir o ritmo frenético da movimentação de frutas e verduras desta grande central.

É luta pela sobrevivência e pela vida que continua independente das intempéries e dos humores do mundo que nos cerca.

Assim também somos nós aqui da Gazeta do Bairro; sempre ligados aos acontecimentos da nossa região.

Veja vídeo gravado por Volni José Vieira, Diretor do Sindaruc (Sindicato dos Permissionários da Ceasa).