Brasileiros desonestos merecem os políticos que temos

O erro de uma funcionária no sábado dia 12, véspera do Dia dos Pais, no Sam’s Club, situado na cidade de Natal (RN), criou a oportunidade que todo brasileiro desonesto espera: a oportunidade de “levar vantagem” anunciando direitos exacerbados e absurdos. Ela colocou uma etiqueta errada num produto com um preço bem abaixo do praticado pelo mercado.

O absurdo de um Smart TV de 55 polegadas (preço normal pode variar entre R$ 2.700,00 a R$ 3.500.00) ficou com a etiqueta anunciando R$ 279 reais. E ainda havia opções de parcelamento … 10 prestações de 27,90 ou 24 prestações de 14,90 reais.

Consumidores de má fé resgatando a antiga Lei de Gerson, exigiram seu “direito” de levar a Smart TV pelo valor da etiqueta.

Com o erro visível não adiantou o gerente explicar o erro ‘humano’ explicando que o valor real do produto era R$ 2.999,00 (uma ótima oferta).

Aí os “espertos” chamaram o Procon do RN para tentar solucionar o conflito. Pois pasmem, os funcionários do Procon, integrantes do grupo dos brasileiros “espertos” mesmo vendo que eles estavam errados agiram politicamente: “Nós recomendamos que o estabelecimento fizesse a venda pelo valor anunciado…”  afirmou o coordenador-geral do Procon de Natal no Rio Grande do Norte.

O Pior mesmo é como o mundo olha pra gente quando fica sabendo desta esperteza por aí. O site (NewsAbBC) especializado em economia publicou uma nota no rodapé dizendo mais ou menos assim:

Os brasileiros reclamam por serem roubados pelos políticos e com o volume de seus impostos. Reclamam que o país não oferece empregos e oportunidade, reclamam, mas quando eles têm a oportunidade de colocar sua cidadania em prática, buscam vantagens mesmo passando os outros para trás. E citaram a história da TV como um bom reflexo do “caráter de um povo”. E concluem destacando que merecemos o governo que temos.

A estes exemplos que nos colocam tão mal lá fora.