A primavera começa oficialmente na próxima segunda-feira (23/9). Mas no Horto Municipal do Guabirotuba, as flores estão presentes o ano todo e são produzidas para enfeitar Curitiba.

Para o início da estação, o Horto já espalhou pela cidade petúnias e bocas-de-leão que colocarem a cidade em alusão ao Outubro Rosa, mês de combate ao câncer de mama.

“Para essa época do ano, priorizamos espécies que prefiram climas mais quentes e gostem da luminosidade do sol”, diz a engenheira agrônoma do Horto Municipal, Josy Moraes Zemke.

Essa dica vale para quem quer ter um jardim ou mesmo um cantinho florido em casa, ensina a agrônoma.

Dicas de plantio

Entre as espécies indicadas para a estação, estão as begônias, sálvias e tagetes. O detalhe é que essas plantas que precisam estar em locais ensolarados.

“Flores em tons vermelhos, amarelos e rosas, em geral, geralmente precisam de bastante luz. Já as com um tom esmaecido se adaptam à meia-sombra”, ensina Josy.

Outra dica importante é manter o solo úmido e bem adubado. A sugestão é apostar na adubação orgânica. Uma forma simples é investir em uma compostagem caseira, aproveitando as cascas de frutas e legumes.

Basta picá-las em pedaços pequenos e depositá-las em um balde ou vaso com furos no fundo, alternando-as com camadas de terra. Os furos permitem que o líquido formado na fermentação seja eliminado. A compostagem deve ser acrescentada à terra do plantio quando a não for mais possível identificar as camadas e não houver cheiro.

Produção do Horto

Mensalmente, são cultivadas no Horto do Guabirotuba 180 mil mudas que enfeitam o Jardim Botânico, parques e praças, as Ruas da Cidadania e canteiros do calçadão da Rua XV de Novembro.

Os 20 funcionários e dois engenheiros agrônomos que atuam na unidade conseguem uma taxa de floração entre 85 e 90% das sementes plantadas.

As sementes são importadas e ficam cerca de 70 dias em crescimento no horto antes de ganhar a cidade e impressionar a população e turistas.

A próxima florada será de sálvias vermelhas e tagetes, que devem começar a ocupar Curitiba no início de novembro para a decoração de Natal. Outro evento do calendário que ganha cores especiais é o aniversário da cidade, em março.

“Isso faz com que a Prefeitura influencie muito o comércio de flores. Muita gente nos telefona aqui no horto para saber o nome das espécies que estão nas praças e parques e vão procurar nas floriculturas”, conta Josy.