Um dos momentos mais difíceis para uma pessoa ou uma família nos dias de hoje é chegar em casa e verificar que sua residência foi invadida por ladrões.
Só quem passou por isso pode saber da real dificuldade desta hora, em que o mundo parece desabar e a sensação de desorientação e desânimo são muito grandes.
Para procurar minorar as dificuldades de tal situação apresentamos a seguir orientações que podem trazer um tanto mais de conforto e um tanto menos de transtornos para se minorar consequências danosas e dissabores desnecessários.
Ao chegar em casa e notar algo estranho que não foi deixado assim, como uma porta ou portão aberto, luzes acesas que estavam apagadas, objetos de sua propriedade largados pelo quintal, entre outros, analise se pode ter sido alguém da família ou risco de sua casa ter sido invadida por ladrões e se poderiam ainda estar dentro dela. Delinquentes quando surpreendidos nesta situação tendem a reagir com violência. Se for este o caso, não entre e chame a Polícia Militar pelo fone 190.
Tendo certeza que já se evadiram e que há segurança em adentrar ao imóvel, a primeira providência é aguardar a perícia da Polícia Civil pois esta é a melhor forma de se poder recuperar algo do que foi levado, pois com base nela os invasores poderão ser identificados e pertences serem recuperados.
E se isto por alguma razão não for possível, o ideal seria que os adultos percorressem toda a residência antes de crianças e pessoas idosas, para evitar riscos como o caso de armas terem sido largadas pelos ladrões em fuga, a cena de animais de estimação como cães estarem feridos ou mortos.
Procure a partir daí a proceder um levantamento sistemático do que foi levado. Nesta hora percebe-se como é importante guardar as notas fiscais dos bens de valor, as embalagens de eletrônicos como aparelhos de telefone celular que possuem códigos numéricos que serão essenciais para reaver os bens caso sejam recuperados pela polícia.
Após feito todos os levantamentos possíveis, dirija-se à delegacia da polícia civil responsável pela área, para fazer o registro do que ocorreu. Sempre se deve registrar as ocorrências, para que isto facilite a identificação, captura e recuperação dos bens que forme possíveis serem recuperados.

Curso Básico de Segurança em Condomínios Residenciais – Presencial e à distância
Cel. Roberson Bondaruk
Roberson Luiz Bondaruk é Coronel da Polícia Militar do Paraná, escritor e Consultor de Segurança Pública e Privada.
Contatos:
[email protected]
www.comunidadecontraocrime.com.br