A progesterona é um hormônio esteroide feminino produzido no ovário a partir da puberdade. Esse hormônio está associado à preparação tanto do útero para a fecundação, quanto das glândulas mamárias para a amamentação.
Além disso, ele aumenta o grau de atividade das células que revestem a parede uterina, acentuando o espessamento do endométrio e fazendo com que ele seja intensamente irrigado por vasos sanguíneos, deixando o útero pronto para a gravidez.
A progesterona é um hormônio muito importante porque age em todo o estado físico e emocional da mulher, e especialmente essencial na preparação e manutenção da gravidez. Quando a quantidade de progesterona no sangue é baixa na fase inicial da gravidez, recomenda-se fazer um suplemento do hormônio para que não ocorra um aborto.
Durante a menopausa, a mulher deixa de ovular, e com a queda brutal nos níveis de progesterona o estrogênio passa a se tornar atuante demais, permitindo inclusive maior entrada de água e sódio nas células. Daí vem a retenção hídrica, o ganho de peso e todos os sintomas indesejáveis subsequentes.
Quando se restaura esse hormônio a níveis apropriados, a mulher volta a se sentir bem, devido à eliminação dos sintomas da menopausa.

 

Fonte: http://belezaesaude.com